Acessibilidade multimodal

A organização da acessibilidade multimodal constitui um dos principais vetores de concretização da estratégia de mobilidade. A TRANSITEC acompanha os seus clientes e parceiros:

  • na definição da oferta (com base nos dispositivos existentes) e na gestão da procura
  • na organização da mobilidade de pessoas e de mercadorias
  • em locais pré-existentes ou projetados
  • em situações efémeras e duradouras

Conceção da acessibilidade

A acessibilidade a um local pré-existente ou projetado não se limita à definição do plano/esquema de circulação, da capacidade da rede viária e da política de estacionamento. Corresponde, sobretudo, à maximização da utilização dos outros modos de transporte, tendo em conta a oferta existente, os projetos em curso e, de uma maneira geral, o potencial de oferta multimodal.

A TRANSITEC propõe uma abordagem baseada:

  • num diagnóstico assumidamente multitemático e prospetivo
  • no respeito pelas especificidades urbanísticas do local existente ou projetado
  • em soluções concretas para valorizar os modos alternativos ao automóvel
  • na organização/dimensionamento da rede viária e do estacionamento, tendo em consideração as infraestruturas existentes, a repartição modal visada e as soluções recomendadas para o transporte coletivo e os modos ativos

Eco-bairro

A mobilidade sustentável deve estar no centro das iniciativas do tipo eco-bairro. Tal pressupõe ações fortes que favorecem a utilização dos modos alternativos e que limitam a utilização/posse do automóvel:

  • um serviço atrativo de transporte coletivo e/ou de soluções flexíveis, nomeadamente partilha de automóvel (carsharing, transporte flexível, etc.)
  • ligações em modos ativos, confortáveis e seguras
  • serviços de utilização partilhada (carpooling, sistema de bicicletas partilhadas), gestão partilhada do estacionamento e serviços tipo Mobility as a Service (MaaS)
  • uma conceção urbana adequada à utilização dos modos alternativos

Além destas ações, conceber a mobilidade de um eco-bairro pressupõe um elevado grau de consciencialização relativamente ao conceito de desenvolvimento sustentável. A TRANSITEC acompanha estas iniciativas, quer nos aspetos técnicos, quer na sensibilização, para uma mudança de comportamentos.

Gestão da mobilidade

Desde 2000 que a TRANSITEC desenvolve Planos de Mobilidade de Empresas e Pólos.

A empresa desenvolveu um vasto leque de referências:

  • para diferentes estruturas, desde 50 a 12.000 colaboradores
  • em contextos singulares e respondendo a objetivos e condicionantes específicas

Tal permite garantir aos clientes uma experiência comprovada e o domínio da problemática.

Contudo, a TRANSITEC nunca adotou uma lógica de produção "em série", procurando preservar a solidez da abordagem, dando prioridade ao desenvolvimento de soluções adaptadas ao contexto, à concertação e a uma visão global e multimodal do sistema de transportes.!

Mobilidade turística e grandes eventos

A TRANSITEC tem acumulado conhecimento sobre as problemáticas específicas dos "grandes geradores de deslocações" (análises e propostas adequadas a grandes variações de procura de transportes), quer se trate de eventos pontuais (encontros desportivos, concertos, exposições, etc.), quer da acessibilidade a locais turísticos.

Destacam-se, em particular, os seguintes aspetos:

  • diagnóstico objetivo da dimensão quantitativa e temporal dos fluxos gerados, comparativamente com a situação dita normal
  • soluções multimodais apoiadas na oferta existente e programada, complementada com soluções temporárias de custo reduzido, de fácil exploração e que têm em consideração as condições de segurança inerentes a tais concentrações de pessoas.

É dada, igualmente, especial atenção à informação aos utentes (incluindo através de sistemas mais inovadores) sobre as práticas modais.

Logística urbana/mercadorias

A gestão do transporte de mercadorias constitui uma questão estratégica das políticas territoriais, do ponto de vista económico e ambiental. Assim, é necessário, organizar os fluxos no sentido de limitar o impacto dos mesmos nas zonas atravessadas e encorajar a transferência modal, respeitando as condicionantes de exploração e o contexto institucional.

A TRANSITEC acompanha iniciativas que visam a implementação de uma política sustentável de gestão das mercadorias e da distribuição das mesmas, nomeadamente:

  • explicitando as regras a cumprir pelos operadores e pelos clientes
  • visando o real potencial de transferência dos veículos pesados para outros modos e outros tipos de veículos, no contexto de “last mile”.
  • respeitando a hierarquia da rede viária
  • orçamentando cada proposta, de modo a assegurar a respetiva pertinência
Insira o seu e-mail para receber regularmente a nossa newsletter